Menu

DISCOTERJ

Associação dos Dj's e Vj's no Estado do Rio de Janeiro

CNPJ: 28.009.124/0001-57

DJS NA POLÍTICA

11 NOV 2020
11 de Novembro de 2020

Alguns DJS vêm tentando a anos se candidatar em todas esferas da política, exceto para Presidente e  Senador, sem sucesso.Tivemos dois Djs que foram ousados e se candidataram a Deputados Federal. Nunca conversamos a respeito para saber se o resultado para os dois foi frustrante ou se já era esperado, referiro-me aos DJs Sergio Bandeira e Luis Português. Portanto, no Rio Grande do Sul, na cidade de Canoas, não sei qual foi o processo, mas no ano passado o DJ Cabeção, Presidente do AGADJS esteve Vereador. No tempo que ocupou a cadeira fez excelentes projetos, incluindo na sua pasta a chance de fazer e aprovar o dia internacional dos DJs. Inclusive nos rigorosos dias de pandemia fez mais de 200 Lives, oferecendo pendrive com intuito de reverter o dinheiro arrecadado em cestas básicas, que foram distribuídas entre os DJs e outros profissionais envolvidos com eventos de musicas mecânicas. Foi muito bonito de se ver, acredito que todos, mais de 1000 (mil) Djs e os outros profissionais que foram beneficiados com essas cestas, jamais virarão as costas para esse cidadão maravilhoso, que mais uma vez se candidatou. No meu ponto de vista, a cadeira de vereador do DJ Cabeção está garantida, afinal ele merece, e quanto ao afastamento do DJ, o vice Fabinho segura a onda.


Dj Cabeção, Presidente do AGADJS
Dj Julio Reis, Presidente do ASINDJ

Em Curitiba, temos a candidatura do DJ Julio Reis, Presidente do ASINDJ, e embora saibam se tratar de um desafio por ser estreante, qualquer que seja o resultado para o nosso estimado amigo, será de bom tamanho, não esquecendo que ele tem um considerável número de amigos, inclusive alguns engajados na cultura e principalmente os DJs que, por afinidade ou para o bem da classe, venham em total apoio ao candidato, que também se afastou da presidência para concorrer às eleições de 2020.

Em Manaus, temos o DJ Raidi Rabello, que vem tentando desde as eleições passadas e  ainda não conseguiu entrar, mas é de se imaginar que dessa vez ele possa finalmente conseguir, sua agenda de apoiadores renomados é um passaporte bastante carimbado rumo a vitória, porque além da experiência adquirida em outras tentativas, concorrer esse ano como vereador o deixou mais seguro.

Aqui no Rio de Janeiro, temos o DJ Tubarão, mas não o vi e nem soube se ele tem alguma proposta para os DJs e isso pesa muito, dificilmente os DJs votam em outro DJ que não discutiu com os mesmos a inclusão de uma proposta direcionada para a categoria, achamos lamentável essa falta de interação dos DJs celebridades, com os DJs Anônimos.

A verdade é que alguns  DJs do Rio de Janeiro, ainda tem a mentalidade de olhar só para o próprio umbigo. E nós precisamos colocar um DJ na política e para isso devemos abrir mais a guarda, e pensar estrategicamente como seriam os critérios de aceitação ao nosso suposto candidato, nas próximas eleições para Vereadores. Mas quem seria esse DJ que se sendo eleito Vereador, cumpriria o seu dever se propondo a resolver as pendências da sua antiga profissão? Não estamos nos referindo a Regulamentação da Profissão DJ, porque isso já se encontra na esfera de Brasília, e enquanto a Regulamentação da profissão não chega, as nossas prioridades continuam por aqui mesmo. Porém, contudo, precisamos dos políticos do nosso Município e Estado, de mentes que revejam as nossas necessidades e de mãos  que assinem a favor dos nossos projetos e mais precisamente nos vejam como realmente somos, ou seja: mais de cem mil DJs no País. Já pensou se todos se unirem? Não dizem que DJ é formador de opinião?  Pois então, estamos esperando o quê para lançarmos um DJ que nos represente?

Alguns candidatos forneceram seus números de campanha, todos se comprometeram a ajudar o DJ, bem como houve DJS que sugeriram um determinado candidato e como agradecimento estamos divulgando os nomes e números dos candidatos. Saibam que a nossa intenção é lembrar que se esses candidatos falam que vão chegar junto com os DJs e se não cumprirem poderão ser cobrados.

Laura Carneiro - 25001 DEM, já esta há muitos tempo na política. Falou diretamente comigo ela vem abraçando a  cultura, estive conversando com ela sobre os auxílios emergenciais, que nunca incluem os DJs como alguém que também tem direito à receber os auxílios. Cheguei a fornecer o nosso CBO 374145 para provar que já somos reconhecidos, foi quando ela se comprometeu a tratar com carinho a situação dos DJs do Rio, caso seja eleita.

Marcelo Arar - 14000 PTB, também falamos rapidamente, já vem de outras eleições e disse que mais uma vez estará atento aos DJs. Ele foi o Vereador que agraciou o DJ Saddam com uma comenda, a medalha Tiradentes. Feito único e histórico, e no mesmo dia foram distribuídas moções a vários DJs.

Washigton Santos - 77277 Solidariedade, indicado pelo DJ Zulu King TR. O candidato é estreante na campanha, é produtor de eventos e diz saber dos problemas que envolvem DJs e levanta a bandeira do Hip Hop, tanto é que dentre os seus projetos da cultura, vai dar uma atenção especial aos dois. 

Marcello Barbosa - 14123 PTB, foi indicado pelo DJ Henrick Vieira. O candidato é outro sangue novo na política, tem esperança que o povo queira mudar o rumo do que anda acontecendo com o Rio. É professor e como todos aqui, as falas são em torno da cultura e falou as claras sobre o seu abraço a cena DJ. 

Vlad do Foto - 14144 PTB, foi indicado pelo Carlos Lobo, sua campanha esta sendo realizada sem nenhum apoio financeiro, tem várias propostas, e é mais um indignado com o descaso com a cidade, sua maior luta será voltada para os funcionários púbicos. E por ter vários amigos DJs, também prometeu ajudar.

Washington – 19102 - Aliado incondicional da cultura funk, Dj Washington enfrentará pela primeira vez a conquista das urnas ao cargo de Vereador. Todos os seus anseios estão voltados, não só para o  bem estar das comunidades, bem como o fortalecimento das raízes que sustentam a base do movimento funk carioca.

DJs, como lidar com essa situação? Os candidatos citados acima não foram os únicos que mencionaram apoiar os DJs, procuramos o discurso um a um e não escutei ninguém falando para o público; DJs contem comigo. Entendo que todo tem que levantar várias bandeiras pra poder se eleger, mas nunca sobra um pedaço pra gente, nos deixarão eternamente atrás dos bastidores? Se isso acontecer, a culpa é toda nossa. Pensem que na próxima podemos ter o nosso candidato. 

A todos os meus amigos, Presidentes dos Sindicatos de DJs  dos outros estado que vão concorrer, desejamos boa sorte e sabedoria para lidar com qualquer resultado. Já os candidatos do  Rio, que prometeram ajudar os DJs caso se elejam,  pedimos a Deus que não os deixem esquecer.  

Aqui fica o meu compromisso; jamais me candidatar a algum cargo político, mas confesso que ficarei muito feliz quando tivermos o DJ certo para receber o nosso apoio.

by DJ Sandra Gal                   
Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!