Menu

DISCOTERJ

Associação dos Dj's e Vj's no Estado do Rio de Janeiro

CNPJ: 28.009.124/0001-57

HIP HOP 45 ANOS

09 DEZ 2019
09 de Dezembro de 2019
Afrika Bambaataa -Líder Mundial da Universal Zulu Nation

Não é compreensível que em pleno século 21 a nação HIP-HOP, tenha que testemunhar o grau de resistência quanto ao movimento, só que em menor escala, lamentável dizer "menos mal". Nos momentos atuais ouvem-se comentários preconceituosos que na verdade não condizem em nada com o que é proposto pelo seu criador e patrono absoluto Afrika Bambaataa, que espalhou pelo mundo quatro pontos de sustentação dignos de serem fielmente preservados pelos velhos e novos seguidores, são eles: Rap, Dj, Break e o Grafitti, todos com forte relevância cultural e que vem os projetando e garantindo presença dentro das grades de várias realizações culturais. O HIP-HOP e a cultura caminham de mãos dadas, são íntimas e cada uma ao seu modo, tem o que a outra precisa e não foi por mera casualidade que, no último dia 12 de Novembro, o secretário de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Sr. Ruan Fernandes, deu total apoio as festividades que coroaram os 45 anos do HIP-HOP. E não é preciso dizer que o auditório, estava completamente lotado, não só pelos homenageados que receberam o certificado Comenda do HIP-HOP, mas inúmeros representantes entre eles B-Boys, B-Girls e oito membros que não podem faltar nos eventos como esse. A referência é sobre as batalha das rimas, e em conversa em separado com alguns amigos presentes no evento, concordamos que o jovenzinho que atende pelo codinome KM, encantou a todos com as suas audaciosas rimas, carimbando a promessa de que será mais um brasileiro que veio para  dar certo. 

KM e o desafiante (foto Zezinho Andrade)

Como tudo correu perfeitamente bem no dia do evento, não deixaria de mencionar a importância do surgimento da Nação Zulu Nation, que prega fielmente os quatro pilares do  HIP-HOP: Paz, Amor, União e Respeito, paralelo ao boom em torno do DJ Afrika Bambaataa e ainda hoje o celebrado hit, Planet Rock. Hoje é muito comum para os DJs realizarem eventos com o crivo das ações beneficentes, mas saibam que essa prática vem a partir da Zulu Nation, que explora do melhor jeito, formas de arrecadar fundos que são destinados principalmente às campanhas Anti Racista. Vida longa a essa brilhante nação, que nos presenteia com o melhor do HIP-HOP e nos posiciona na parte mais alta do obelisco da Cultura. 

Jhonny Barroso, Parceiro, Zezinho Andrade e DJ TR

Alguns membros da família Discoterj, primeira Associação de DJs e VJs da América Latina, marcaram presença. Osmar Cintra, DJ Halley Seidel, DJ Alexandre Reis, Marcia Landfermann, Sergio Marques e Edson Colonna, que embora tendo se desligado da família Discoterj, está sempre junto. Fomos receber em nome da Discoterj, a nossa honrosa homenagem. Ficamos muito a vontade com a acolhida do público presente, destaco ainda que nos sentimos imensamente honrados com o nosso diretor Zulu King TR, que junto com o grande parceiro Jhonny Barroso tem feito um trabalho digno de aplausos naquela secretaria.

Don Filó

Por que não falar de outro irmão que representa muito, tanto na atualidade como em um distante passado? Sim, é ele; Don Filó, grande articulador e dono, de um farto material, tanto os registros dos bailes da época e fatos que relatam e testemunham as atrocidades cometidas contra a comunidade negra, acervo esse que o coloca quilômetros a frente dos outros detentores de acervos que vem desde a época da ditadura até os dias atuais. Ainda bem que hoje temos incluído no calendário da cidade, o dia da Consciência Negra.

Galera de São Paulo (foto Zezinho Andrade)

Outras pessoas que estiveram presente no evento mereciam ser citadas, mas a diretoria da Discoterj foi como convidada, por isso muitas coisas que julgamos ser interessantes não foram registradas, como a participação de uma galera de São Paulo. Lamentamos, mas o importante é que não faltará oportunidade, já que os representantes da Secretaria de Cultura e Economia Criativa prometeram que terá muito mais.

Dj Saddam

Seria justo deixar o DJ Saddam do lado de fora dessa publicação? Além do DJ ter comparecido ao evento, reza a lenda que ele é um ferrenho defensor do HIP-HOP e não há quem possa contestar já que o seu público,  amante do HIP-HOP o segue aonde o  DJ Saddam estiver tocando.

Dj Nino Leal (foto Zezinho Andrade)

Parabéns ao DJ Nino Leal, que a pouco tempo representou o Brasil, na competição promovida pelo DMC.  Na ocasião do evento O DJ, executou o hino nacional e também deu show ao tocar Rock Planet - Afrika Bambaataa.

By DJ Sandra Gal

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!